domingo, 16 de novembro de 2014

Sobre Jeff Buckley

Eu tinha uns 15 anos quando conheci Jeff Buckley. Nesse, que era uma sábado tedioso, acordei, liguei a TV e comecei a ver um programa chamado Alto Falante, que passava na Cultura e falava exclusivamente (pelo que eu me lembro) de rock. Em um dos blocos eles passaram um mini documentário em sua homenagem. Foi amor a primeira vista.


Assim que o programa terminou corri pra internet. Queria ouvir todas as músicas do moço com o olhar triste, que tão cedo se despediu do mundo muito cedo (morreu em 1997, aos 30 anos, afogado). Desde então ele se tornou praticamente parte da minha vida.

Sobre Jeff, sua primeira apresentação foi na Igreja de St. Ann em um evento homenageando seu pai, Tim Buckley, que havia falecido aos 28 anos sem que o cantor pudesse ter tido muito contato com ele (conviveu com o pai por poucos dias, quando tinha seis anos). Na ocasião, Jeff cantou a música "Once I was". 



And sometimes I wonder
Just for a while
Will you remember me?

Jeff Buckley nos deixou alguns álbuns "live" e dois de estúdio, o aclamado "Grace" e o póstumo "Sketches for my Sweetheart  the Drunk". Como amanhã, dia 17 de novembro, Jeff faria aniversário, comemorarei a data ouvindo minhas músicas favoritas do músico.

Too young to hold on
and too old to just break free and run


Twenty-nine pearls in your kiss
A singing smile
Coffee smell and lilac skin
Your flame in me

You gave me more to live for
More than you'll ever know

E para quem quiser conhecer um pouco mais da história dele, ano passado saiu o filme "Greetings from Tim Buckley", com o  - Dan de Gossip Girl - interpretando o Jeff. Mas eu tô sonhando mesmo é com o filme que trará Reeve Carney no papel do cantor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário