sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Sobre as décadas passadas

Esses dias tava assistindo "Meia-Noite em Paris", que é, para mim, um dos melhores filmes do Woody Allen. A sinopse é a seguinte: tava lá um escritor chamado Gil andando solitário pela madrugada parisiense. De repente, ele é transportado para a década de 20 e encontra vários de seus ídolos, como Scott e Zelda Fitzgerald, Hemingway e Dalí.

Dalí, meu amor!

Aí eu fiquei pensando: "e se fosse comigo, pra onde é que eu iria?"



Minhas conclusões:

1960 

Sim, queria ser britânica e gritar ~chorar~ muito por George, Paul, Ringo e John!


Ou então brasileira mesmo, pra poder bater um papo com os jovens Gil e Caetano e Chico e Edu e Nara.
Ou francesa, que é para, quem sabe, virar musa dos filmes do Godard > me deixa sonhar <
Ou americana, só para ter a chance de namorar o Dustin Hoffman :)

1970

Meu sonho é usar meia de lurex com sandália, sair nos embalos de sábado à noite e encontrar o Toni Manero. Tudo isso, logicamente, com More Than a Woman tocando ao fundo. Sem mais. Próximo...


1980

Última das décadas que eu gostaria de nascer, até porquê a próxima foi a que eu nasci ¯\_(ツ)_/¯

Morro de inveja das pessoas contando que ficavam na frente da TV esperando passar o clipe de Thriller pra poder dançar junto. Queria muito.
E imagina poder ver a consagração do RockBr?
E poder usar ombreiras sem medo de ser feliz? Tá. Ok. Essa parte não.



Claro que há muito mais coisas dessas décadas que eu queria ter presenciado. E muitas outras coisas tristes que devem ser relembradas para que não voltem a acontecer.

No mais, também não foi nada ruim ter nascido nos anos 90... 

Leo, amor eterno, amor verdadeiro...




Nenhum comentário:

Postar um comentário